As complexas harmonizações da Páscoa

Páscoa pede bacalhau, cordeiro, chocolate e ... brindes! Uma combinação para mestres! Não consigo imaginar que chef seria tão ousado para sugerir que um dia inteiro dedicado à caça e à degustação de ovos de chocolate com recheios tão variados quanto exóticos, fosse um bom cenário para um almoço à base de bacalhau, ovos mexidos ou cordeiro! Tudo regado a vinho, que, afinal, é Páscoa e quer melhor razão para brindar à vida que (re)começa?  

OK, mas qual vinho escolher?

Tradicionalmente, os vinhos verdes portugueses são os pares oficiais do bacalhau. E isso tem uma explicação: as comidas salgadas fazem o vinho parecer mais ‘adocicado’, por isso, de modo geral, faz sentido recomendar um vinho com mais acidez.

Pessoalmente, no entanto, e apesar de apreciar a combinação bacalhau vinho verde, gosto de experimentar alguns tintos, como os vinhos encorpados do Douro, sobretudo se estou diante de uma bacalhoada com pimentões, tomates e cebolas, eventualmente, até chorizos! O Papa Figos e o Vinha Grande, ambos da Casa Ferreirinha, são boas alternativas.

O cordeiro, por sua vez, pede o acompanhamento de um tinto mais encorpado, como um Rioja ou um Chianti Classico!

O ovo, símbolo da Páscoa, mesmo sem ser de chocolate, aparece também durante a refeição. Em Portugal, eles surgem nos folares decorados com ovos cozidos inteiros coloridos e, na Itália, sobretudo na região da Ligúria, nas tortas pascoalinas, preparadas com ricota e espinafre. Em qualquer caso, a harmonização pode ser feita com brancos ligeiramente amadeirados, como os Chardonnays ou ainda os Pinot Blanc da Alsácia.

Na hora da sobremesa, a harmonização fica um pouco mais complexa. Na Inglaterra, o costume pede um Simnel Cake, um bolo leve feito de frutas secas e marzipã. Fica excepcional com brancos doces como os Sauternes franceses.

Um bolo de cenoura com ou sem chocolate, por que não? (quer algo mais Pascal que cenoura de coelhos?) Vestido assim de festa, ele pode ser acompanhado por um branco moscatel, como o Beaume de Venise do Vale do Rhône, na França.

No almoço ou no café da manhã, como fazem os italianos, a colomba pascal! Oportunidade perfeita para brindar a vida e a Páscoa com um belo espumante, um champagne ou uma taça de cava!

Chocolate é outra conversa. Esqueça essa história de que você pode juntar vinho com chocolate porque afinal a gente gosta dos dois!

A maior parte dos especialistas concorda que chocolate é a grande exceção à regra de que existe no mundo um vinho para cada coisa que a gente inventa de comer! Vinho e chocolate são ricos em taninos e em flavonoides, lembram? Poderosos antioxidantes e bons para sua saúde! Mas justamente por conta destes componentes tão semelhantes, brigam uns com os outros. O vinho parece ‘seco’ e “azedo” ou “ralo”, o chocolate parece ainda mais amargo....

Mas essa regra também tem não somente uma, mas algumas, exceções:

A primeira são os vinhos do Porto que combinam lindamente com chocolates amargos! E os Banyuls franceses, feitos a partir de técnicas semelhantes às usadas para produzir os Portos, porém menos adocicados e com menor teor alcoólico. Produzidos há séculos no Languedoc-Roussillon, os Banyuls conseguem harmonizar tão bem com chocolates amargos ou meio-amargos que tanto um quanto o outro realçam na boca! Uma experiência!

E, para terminar: certa vez estava ouvindo Maximilian Riedel, sim, o CEO da fábrica que faz os melhores copos do planeta, numa degustação. E lá pelas ele recomendou: "chocolate", ele disse, "experimentem com Cabernet Sauvignon!". Todo mundo franziu o nariz, eu inclusive. Provei com uma taça do Château Andriet, um Bordeaux Supérieur, predominantemente produzido com Cabernet Sauvignon, e mudei de ideia!

 

Confira no infográfico abaixo as harmonizações de Páscoa!

Na nossa adega você encontra alguns vinhos portugueses que vão ajudar você a levantar belos brindes no almoço de Páscoa. Aproveite! 

Sobre RBG Vinhos

A RBG Vinhos foi fundada em 1998, em São Paulo. Sua vocação: procurar continuamente oportunidades no mundo do vinho, buscando sempre aliar qualidade e bons preços. Seus clientes recebem semanalmente uma newsletter com as melhores sugestões e promoções. Se também quiser receber as recomendações de Ricardo Bohn Gonçalves, cadastre seu email ao lado.
RECEBA NOSSA NEWSLETTER


Se beber, não dirija. Aprecie com moderação.
A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.

+55 11 3676-1781
rbgvinhos@rbgvinhos.com.br